Artesi
ENTRAR CADASTRO CONTATO QUEM SOMOS
Carrinho ({carrinho_nitens}) Itens
{carrinho_total}
Finalizar Compra

Cápsula Gel de Óleo de Semente de Maracujá 1.000mg

  • Rico em Passiflorina e Ômega 6 (70%), reduz a ansiedade, e atua no combate a insônia e stress.

  • Referência: capsolmaracuja
Cápsulas
R$ 25,00
ou em até 1x de R$ 25,00 no cartão
  • Indique este produto
  • Comentários
  • Boleto
  • Visa
  • Mastercard
  • American Express
  • Diners Club
  • Hipercard
  • Elo
  • Banco ItaúItaúR$ 25,00 à vista
  • 01x sem juros de R$ 25,00
  • *juros de 1.99% a.m.
    • 01x sem juros de R$ 25,00
    • *juros de 1.99% a.m.
      • 01x sem juros de R$ 25,00
      • *juros de 1.99% a.m.
        • 01x sem juros de R$ 25,00
        • *juros de 1.99% a.m.
          • 01x sem juros de R$ 25,00
          • *juros de 1.99% a.m.
            • 01x sem juros de R$ 25,00
            • *juros de 1.99% a.m.
                Mais informações sobre este produto

                Informações do Produto

              O maracujá é originário da América Tropical, muito cultivado no Brasil, rico em vitamina C, cálcio e fósforo. O Óleo de Maracujá é extraído da semente da espécie Passiflora edulis, constituído principalmente em ácidos graxos Ômega 6 (Ácido Linoléico) em aproximadamente 70%, e Ômega 9 (Ácido Oléico). O Óleo de Maracujá é constituído de substâncias relaxantes como a Passiflorina, que atua na redução da ansiedade, combate a insônia, ao stress e depressão.
              O Óleo de Semente de Maracujá é rico em antioxidantes. Os antioxidantes presentes na fruta age com
              anti-histamínico sendo capaz de reduzir sintomas da asma por reduzir alergias e inflamações no trato
              respiratório, tosse e aliviar a bronquite.²
              O Óleo também é conhecido por auxiliar em tratamento de depressão, insônia, ansiedade, infecções
              urinária e como sedativa á distúrbios do sistema nervoso. ²
              Estudos realizados desde 1930, tem sido abordado o modo de ação do maracujá por ser diferente do que
              a maioria dos fármacos sedativos, tornando um ingrediente não viciante para promover o relaxamento.²
              As sementes do maracujá são consideradas boa fonte de ácido graxo essencial, sendo o ácido linoléico
              (ômega 6) é um dos principais ácidos graxos encontrados na composição do óleo da semente de
              maracujá (55 a 66%), seguido pelo ácido oléico (18 a 20%) e pelo ácido palmítico (10 a14%).³
              Cerca de 10% do maracujá são de sementes que contêm quantidades apreciáveis de óleo com alta
              4
              concentração de ácidos graxos insaturados, com predominância do ácido linoléico.
              O maracujá está entre as 71 plantas medicinais autorizadas pelo Ministério da Saúde para serem
              5
              utilizadas e distribuídas pelo SUS, e o uso é indicado como calmante.
              O maracujá, famoso por seu ativo calmante, é rico em vitaminas do complexo B e sais minerais, como
              cálcio, ferro e fósforo. Quando ingerido, fornece ao organismo betacaroteno, que é transformado em
              vitamina A, C, B2 e B3. Além disso, também contém uma substância chamada passiflorina ou
              maracujina, que tem propriedades sedativas, e não se torna prejudicial a saúde por não causar
              6
              dependência.
              O maracujá só foi descoberto como uma planta medicinal em 1867, quando a passiflorina, um alcalóide
              indólico, revelou-se de grande interesse para a medicina, devido a sua ação terapêutica como sedativo e
              antiespasmódico da musculatura lisa, podendo ainda ser de grande utilidade para determinadas
              7
              intoxicações, como o alcoolismo ou a morfinomania.
              Pesquisadores ao estudarem o óleo da semente de maracujá, encontraram teores de betacaroteno de
              74% do total de carotenóides presentes no óleo, esse foi o maior responsável pelo teor de pró- vitamina
              4 A encontrado.
              O maracujá mais cultivado no país é Passiflora edulis f. flavicarpa, maracujá amarelo, representando
              95% dos pomares comerciais. Industrialmente, em conjunto com o aroma, é utilizado na elaboração de
              refresco ou de produtos preparados, doces, geléia, sorvete e licores. A produção de suco gera inúmeras
              toneladas de resíduo, composto por cascas e sementes de maracujá, sendo em grande parte
              descartado. A casca e as sementes podem ser utilizadas na alimentação animal e cosmética.
              Mecanismo de ação
              Estudos
              Ácidos Graxos
              Propriedades
              Visando agregar valor a estes subprodutos e apresentar alternativas para a comercialização do
              maracujá in natura, o presente estudo teve por objetivo avaliar o rendimento e caracterização
              química do óleo fixo das sementes dos frutos de P.edulis, P. alata e P. nítida. O Óleo das sementes
              foi extraído com solvente orgânico e as análises da composição química dos ácidos graxos
              efetuadas por cromatografia gasosa acoplada e espectrometria de massas.
              O piceatanol é um composto presente nas sementes de maracujá (Passiflora edulis) em
              quantidades elevadas. Neste estudo, nós isolamos o segundo maior complexo de polifenóis de
              sementes de maracujá e identificou-o como scirpusin B, que é um dímero de piceatanol. Foram
              investigadas as atividades antioxidantes e os efeitos vasorelaxantes destes polifenóis. Os seus
              efeitos anti-oxidantes foram medidos usando um ex vivo, in vitro, de 1,1-difenil-2-picrilhidrazil
              (DPPH), ensaio de eliminação de radicais, e os seus efeitos foram determinados em
              vasorelaxante aorta torácica de ratos. Ambos os compostos polifenólicos exibiram atividades
              antioxidantes potentes e efeitos vasorelaxantes significativos nas aortas do endotélio intacto.
              Mais especificamente, scirpusin B exerce uma maior atividade antioxidante e efeito
              vasorelaxante em comparação com a de piceatanol. Além disso, os efeitos dos compostos
              vasorelaxantes foram induzidos através do NO derivado do endotélio. Este estudo fornece a
              possibilidade de que os polifenóis em sementes de maracujá são eficazes contra doenças
              9
              cardiovasculares (DCVs)
              Opinião dos consumidores
              • 5 00% | Nenhum voto
              • 4 00% | Nenhum voto
              • 3 00% | Nenhum voto
              • 2 00% | Nenhum voto
              • 1 00% | Nenhum voto
              Avaliação geral:0 de 5 estrelas

              Este produto ainda não tem avaliações.
              Ver todos os comentários sobre esse produto
              Nome:

              E-mail:

               
               
               
               
              Atendimento ao Cliente
              Quem Somos
              Entrega e Devolução
              Pagamentos
              Fale Conosco
              Troca ou Devolução
              Dúvidas Frequentes
                
               
               

               
               

              lojaartesani.com.br - 2015
              Rua Pernambuco, 1360, Centro, Paranavaí - PR - CEP: 87705-000. Telefone: (044) 3422-1904.

              Todos os direitos reservados.